Conheça as pancs – plantas alimentícias não convencionais


Comida, Facebook, Notícia, Uncategorized 28.abr.17 Nenhum Comentário

Olá Docinhos! Com certeza você passa por uma todo dia e nem se dá conta. As plantas alimentícias não convencionais (pancs) estão por toda a parte – e deveriam estar no seu prato também.

Peixinho

 A folha, cheia de pelinhos, ganhou o nome por conta do seu formato. Também conhecido como lambari-da-horta, é usado para chás e empanado, como aperitivo.

Espinafre malabar

Espécie que rende, além das folhas, frutinhos de pigmento roxo intenso.

Beldroega

Ácida e crocante, vai muito bem na salada. Também pode ser consumida refogada no óleo ou na banha com alho e cebola (depois de cozida, lembra um pouco o espinafre, só que mais suave). Às vezes é chamada de ora-pro-nobis (até por Guimarães Rosa), mas, apesar de as duas folhas guardarem semelhanças entre si, são espécies totalmente diferentes.

Ora-pro-nóbis

Em Minas, essa planta não tem nada de “não convencional”. É muito usada em refogados e como acompanhamento. Suas folhas são gostosas, nutritivas e fartas.Os brotos e o fruto também são comestíveis.

Capuchinha

As flores, amarelas, vermelhas ou laranjas, são comestíveis, assim como as folhas, que são ótimas verduras, nutritivas e com gostinho de agrião.

Azedinha vermelha

As folhas, como denuncia o nome, são azedinhas e podem ser usadas em saladas cruas, como verdura salteada, em sopas e omeletes.

São sabores e aromas que merecem ser explorados por nosso paladar e com certeza vale a pena incluir no nosso gosto. Há receitas maravilhosas que devem ser exploradas. Lembro que fiz um trabalho na faculdade com meus colegas de tiurma e o resultado foi pratos deliciosos.

Doces Abraços!

Comentários

Escreva um Comentário

Seu email não será publicado ou compartilhado. Os itens com * são obrigatórios (:



Ana Luíza

Ana Luíza

Cozinho para a felicidade, sou Ana Luíza Beniz. Carioca, Cozinheira, Confeiteira e Blogueira de Gastronomia.