Aniversário de dois anos do Cozinhando Sempre Bela


CSB 08.ago.15 Nenhum Comentário

Hoje vai ser uma festa, bolo e guaraná, muito doce pra você...♪
O Cozinhando Sempre Bela completa hoje 2 anos de muita alegria e conquistas, obrigada a todos que nos acompanham e nos apoiam, aos poucos o que é bom está vindo. Obrigada a todos que de alguma forma colaboraram e colaboram com o CSB, muito obrigada. Felicidade é sucesso pra nós! ◕‿◕
blogger-image--1832079377

Meu Caderno de Receitas


Diário da Nalu 04.ago.15 2 Comentários

 Olá CoziBelas! Tudo Bem?
Hoje vou falar sobre um assunto que amo: meu caderno de receitas. Cresci vendo minha mãe cozinhar tendo sempre ao lado o seu caderno de receitas. Eu amava ficar lendo porque nele tinha receitas de amigas, tias, avós. Eram papéis antigos e letras tão encantadoras, tudo tão sedutor e cheiroso. Infelizmente perdi pessoas queridas que tiveram papeis importantes na minha vida e com elas se foram algumas receitas, mas não vou permitir que isso aconteça mais.

Comprei um caderno de receitas para reunir as receitas da minha família e de amigos.Quero reunir todos os cheiros e sabores da memória, vindos das panelas da minha mãe, avós, tias e por aí vai. Quero juntar o passado com o presente, deixar registrados o modo de preparo e um pouco (ou muito rs) da história da minha família. Espero que ele seja passado de geração em geração, pois no futuro será como uma pequena relíquia. Afinal, trocar receitas também é um ato de contar histórias.

blogger-image--655488451
Já comecei a escrevê-lo. Quero reunir detalhes dos ingredientes e modos de preparos, receitas variadas, fotos de família, recortes de receitas extraídas de livrinhos e rótulos de embalagens. Escrever também as receitas que foram aprendidas oralmente ou através do olhar apurado no momento do preparo, onde o aprendizado é naturalmente absorvido. Será um mergulho no mundo culinário, afetivo e familiar.
Sim, cadernos de receitas representam a memória culinária de nossas famílias, seus traços afetivos. São ferramentas para se observar a vida cotidiana do nosso passado e presente. Isso já faz dos escritos culinários, por si só, narrativas preciosas. Um patrimônio. Escritos que nos permitem olhar a comida antes mesmo de saboreá-la.
Mas, vale dizer: a receita de um prato jamais será a fórmula exata para chegar ao mesmo resultado sempre. Tanto na culinária quanto na vida conta muito o que não pode ser expresso por palavras: a experiência de quem cozinha e a intuição durante o preparo que são alguns pequenos segredos. “Quando estiver seco desligue o fogo e envolva a tampa da panela em um pano de prato e tampe para que termine de cozinhar no vapor.”, dizia minha mãe se referindo ao seu truque para que o arroz cozinhasse e ficasse soltinho, na época em que ela começou a me ensinar a cozinhar.
Adoraria ter tido a oportunidade de cozinhar com minhas avós, mas vou reunir todas as memórias neste caderno. Gastronomia é cultura, é história, é amor.

beijos e abraços, até mais!

Amigas, Memórias, Cheiros… Biscoitos


Diário da Nalu 31.jul.15 Nenhum Comentário

Olá CoziBelas! Como vão?
Recentemente fiz uma chá entre minhas amigas e fiz deliciosos biscoitos amanteigados e aromatizados com essência de baunilha para elas levarem como lembrança do nosso encontro. Amo fazer biscoitos, faço também decorados e sem nenhum confeito para vender, acho lindo e uma ótima opção para o lanche da tarde ou para presentear quem queremos bem e gostamos tanto.
blogger-image-353907598
Aqui no Rio não é comum encontrarmos biscoitos artesanais para vender, mais raro ainda encontrar alguma família que tenha a tradição de fazer biscoitos. Mas isto está mudando, as biscoiteiras estão introduzindo aos poucos o ato de dar como lembranças em festas esses biscoitos tão deliciosos.Tudo indica que foram os alemães que trouxeram para o Brasil esse costume de fazer biscoitos.
Lá é costume, logo no início de dezembro, as famílias se reunirem para fazer os famosos biscoitinhos, que antigamente também serviam de ornamentos para os pinheiros. Alguns eram colocados em latas para durarem até a ceia, outros enfeitavam os pinheirinhos e outros eram consumidos durante os quatro domingos do Advento.
blogger-image-602823699

As memórias olfativas possuem uma ligação muito forte com fatores emocionais, por isso, ao evocar um momento do passado por meio de estímulos olfativos, o cérebro também resgata outras sensações, como alegria e euforia. Li uma vez que podemos deixar boas lembranças associadas a um aroma específico na memória das crianças. Eu mesma tenho um exemplo: Toda vez que faço biscoitos, lembro de quando tinha 3 anos de idade e na escola eu e meus coleguinhas fizemos biscoitos durante uma atividade. Na minha infância também ganhei uma fabriquinha de biscoitos que tenho até hoje (já falei sobre ela num post anterior).

Sou apaixonada pelo mundo dos biscoitos e espero conhecer mais a história deles aqui no Brasil (mas para isso terei que ir até o Rio grande do sul… espero que seja em breve). É importante saber como tudo começou e espero aprimorar meu trabalho mais e mais.
beijos e abraços, até mais!
Página 79 de 84«1 ...757677787980818283... 84Próximo

A CoziBela

A CoziBela

Sou Ana Luiza Beniz.Carioca,Gastronôma, Confeiteira e Blogueira de Gastronomia.Seja bem-vindo ao Cozinhando Sempre Bela, meu Docinho!